Arquivo

Archive for the ‘Windows Server’ Category

Removendo um serviço

Olá amigos

Muitas vezes nós temos problemas com serviços que não funcionam corretamente ou não deviriam estar rondando, normalmente nós simplesmente paramos esses serviços e configuramos ele para não iniciar automaticamente, mas existe uma maneira mais correta de se resolver esse tipo de problema:

Acesse o services.msc indo em executar e digitando services.msc

services.msc

Vá nas propriedades do serviço que você deseja remover

Copie o “nome do serviço” e abra o pronpt de comandos

Agora digite o comando:

sc delete “nome do serviço”

Anúncios

Adicionar rota por DHCP

Olá amigos, hoje eu vou demonstrar como adicionar uma rota estática com DHCP.

1. Abra o console do DHCP nas ferramentas administrativas.

2. Clique em “Configure Options…” e selecione a opção “Classless Static Routes”

3. Clique em “Add Route…”, preencha os dados da rota e clique em OK.

4. Pronto, a rota já foi adicionada ao DHCP.

Categorias:Windows Server Tags:

Alterar permissões por comando

Muitos administradores de redes sabem da possibilidade de usar comandos para alterar permissões de pastas, mas nem todos usam no seu dia-a-dia, conheço muitas pessoas que para dar permissão em uma pasta local de uma estação de trabalho fazem um logoff do da maquina com o administrador, isso acontece muito em implantações de certos programas que usam pastas locais…

O comando que edita as permissões NTFS do Windows é o CACLS, eu vou demostrar o seu uso logo abaixo:

Abra o Prompt de Comando (Iniciar > Executar > Digite cmd e Pressione ENTER)

Exibir permissões

cacls nome_do_arquivo ou nome_da_pasta

As permissões serão exibidas no prompt com as seguintes referencias:

R  Ler
W  Gravar
C  Alterar (gravar)
F  Controle total

Editar permissões

cacls nome_do_arquivo /E /P (ou G) nome_do_usuário:Permissão a ser concedida

ex: cacls C:\broadcast /E /P User:C  – Nesse caso foi concedida permissão Alterar (C) ao usuário “User” para o diretório C:\broadcast

Segue abaixo uma lista de parâmetros utilizáveis no CACLS

/E – Edita as permissões

/G – Concede direitos ao usuário especificado utiliza-se cacls nome_do_arquivo /E /G usuário:Permissão(R,W,C,F)

/P – Substitui os  direitos ao usuário especificado utiliza-se cacls nome_do_arquivo /E /P usuário:Permissão(R,W,C,F)

/R – Revoga os direitos do usuário especificado utiliza-se calcs nome_do_arquivo /E /R usuário

/D – Nega Acesso ao usuário especificado utiliza-se calcs nome_do_arquivo /E /D usuário

Remover permissões

cacls nome_do_arquivo /E /D user

cacls  nome_do_arquivo /E /R user

Windows Deployment Services – Configuração

Para o servidor começar a funcionar você deve fazer algumas configurações nele, para isso abra o “Serviços de Implantação do Windows”

Clique com o botão direto do mouse no servidor e clique em “Configurar Servidor”

Nessa primeira janela é exibido informações sobre os requisitos do WDS, leia e clique em “Avançar”

Nessa janela você deve configurar o diretório que as imagem serão armazenadas, é recomentando que seja selecionada uma pasta em uma partição diferente da do sistema

Aqui você deve selecionar o modo de funcionamento do seu servidor, no nosso caso eu selecionei a opção de responder a todos os computadores, isso porque eu estou em um ambiente de teste.

Quando você conclui a configuração você pode adicionar as imagens ao servidor pelo assistente, marque a opção “Adicionar imagens…” e conclua.

Agora selecione as imagens de inicialização e instalação que deseja utilizar, você pode usar as imagens que está dentro da pasta sources do Windows 7 ou 2008.

Imagens de inicialização. As imagens de inicialização são imagens com as quais um computador cliente é iniciado para executar uma instalação de sistema operacional. Na maioria dos cenários, é possível usar um arquivo Boot.wim no DVD de instalação do Windows Server 2008 (na pasta \Sources). O arquivo Boot.wim contém o Windows PE e o cliente dos Serviços de Implantação do Windows (que é basicamente o Setup.exe e os arquivos de suporte do Windows Vista). Não use o Boot.wim da mídia do Windows Vista a menos que sua versão do Windows Vista tenha o SP1 integrado ao DVD.

Imagens de instalação. São as imagens do sistema operacional que você implanta no computador cliente. Você também pode usar o arquivo Install.wim no DVD de instalação ou criar sua própria imagem de instalação usando as etapas de Criando imagens de instalação personalizadas posteriormente neste guia.

Selecione um grupo de imagem existente ou crie um.

Verifique as informações nessa tela e avance.

Aguarde o assistente adicionar as imagens e conclua.

Agora o seu servidor já irá responder as solicitações dos clientes.

O objetivo nesse pequeno tutorial é demonstrar visualmente a instalação do WDS, se você deseja mais detalhes sobre o assunto visite o TechNet:

http://technet.microsoft.com/pt-br/library/cc771670(WS.10).aspx

Categorias:Windows Server

Windows Deployment Services – Instalação

Olá amigos, hoje eu começo a postar alguns tutoriais do WDS, nesse primeiro eu demostrarei como instala-lo e no próximo como utiliza-lo.

Pré-requisitos

Para instalar a função de Servidor de Implantação você deve atender a alguns pré-requisitos:

AD DS. Um servidor dos Serviços de Implantação do Windows deve ser membro de um domínio AD DS ou um controlador de domínio para um domínio AD DS.

DHCP. É necessário ter um servidor DHCP funcionando com um escopo ativo na rede porque os Serviços de Implantação do Windows usam PXE, que depende do DHCP para endereçamento IP.

DNS. É necessário ter um servidor DNS funcionando na rede para executar os Serviços de Implantação do Windows.

Volume NTFS. O servidor que executa os Serviços de Implantação do Windows requer um volume de sistema de arquivos NTFS para o armazenamento de imagens.

Credenciais. Para instalar a função, é necessário ser um membro do grupo Administradores Locais no servidor. Para inicializar o servidor, você deve ser um membro do grupo Usuários do Domínio.

Fonte: Technet

Instalação

Para adicionar a função WDS no Windows 2008 vá no gerenciador do servidor e clique em Funções e depois em Adicionar Funções.

Na janela “assistente para Adicionar Funções” clique em “próximo” e selecione a opção “Serviços de Implantação do Windows” e clique em “próximo”.

Nessa tela você tem um pequeno resumo sobre o WDS

Nessa tela você seleciona os Serviços de Função que vão ser instalados.

Servidor de Transporte. Esta opção fornece um subconjunto da funcionalidade dos Serviços de Implantação do Windows. Ele contém apenas as partes principais do sistema de rede. Você pode usar o Servidor de Transporte para criar namespaces multicast que transmitem dados (inclusive imagens do sistema operacional) a partir de um servidor autônomo. Você deve usar esta opção se quiser transmitir dados usando multicast, mas não quiser incorporar todos os Serviços de Implantação do Windows.

Servidor de Implantação. Esta opção fornece a funcionalidade total dos Serviços de Implantação do Windows, que você pode usar para configurar e instalar remotamente sistemas operacionais Windows. Com os Serviços de Implantação do Windows, é possível criar e personalizar imagens e depois usá-las para criar novas imagens dos computadores. Observe que o Servidor de Implantação depende das partes principais do Servidor de Transporte.

Selecione os serviços que deseja instalar, clique em “Próximo” e depois em “Instalar”

Nessa tela o assistente exibe algumas informações da instalação, nesse caso a instalação foi bem-sucedida e nós podemos clicar em “Fechar” para concluir o processo, se a instalação não fosse concluída por algum motivo essa tela exibiria informações sobre o erro.

Categorias:Windows Server

PPT do Windows Server 2008 Foundation

Instalando e integrando o OpenFire ao AD

O OpenFire é um servidor de mensagem instantâneas, assim como o MSN. A diferença é que ele é baseado no protocolo XMPP (Jabber), o mesmo protocolo que o GTalk usa.
O OpenFire está sendo muito utilizado para comunicação interna nas empresas, ele possui vários clientes, você pode escolher o que atende melhor a sua necessidade. Um dos clientes utilizados pelo OpenFire é o Spark:

Você pode baixar o OpenFire e o Spark pelo site:
http://www.igniterealtime.org/downloads/index.jsp

Instalando o OpenFire

 

Execute o instalador do OpenFire, selecione o idioma e avance até concluir a instalação.

Abra o OpenFire no menu Iniciar > Todos os programas > openfire > openfire server e clique em Launch Admin para abrir a pagina de administração.

Se você conseguir visualizar a pagina de administração do OpenFire, ele está funcionando.

Configurando o OpenFire

 

Na primeira vez que você acessa a pagina do OpenFire você deve iniciar a sua configuração, na primeira pagina selecione um idioma e clique em “Continue”

Nessa pagina você configura o seu domínio e as portas que o OpenFire vai utilizar.

Nessa pagina você seleciona o banco de dados que deseja utilizar, se você não tiver o AD instalado no servidor você pode usar o bando de dados padrão. Selecione “Banco de Dados Interno” e clique em “Continue”

Selecione “Servidor de Diretórios (LDAP)” e clique em “Continuar”

Agora você deve criar um usuário que possa ler o conteúdo do AD, sempre evite utilizar a conta “Administrador”.

Crie o usuário “OpenFire” no AD, marque a opção “A senha nunca espira” e defina uma senha forte para ele.
Selecione o seu domínio e clique em Ação > Delegar controle, selecione o usuário OpenFire e avance. Selecione a opção “Ler todas as informações do usuário”, avance e conclua.

Nessa pagina nós vamos fazer a conexão com o AD, selecione em Tipo de servidor a opção Active Directory, em Host coloque o hostname do seu servidor.

DN Base

Aqui você deve colocar o domínio ou a OU que você deseja utilizar o OpenFire, no meu caso o meu domínio é dionisio.local então ele fica assim: dc=dionisio,dc=local.

Autenticação

coloque aqui o usuario que você criou e clique em testar, se uma mensagem de sucesso aparecer clique em “Salvar e continuar”

Nessa pagina selecione os campos que o OpenFire vai utilizar, não é necessário alterar nada nessa pagina.

Não altera as configurações dessa pagina.

Selecione a conta que você vai usar para administrar o OpenFire e conclua a configuração.

Pronto! Agora é só baixar um cliente para o OpenFire, como por exemplo o Spark.

Configurando o serviço do OpenFire

 

Quando você instala o OpenFire no Windows ele roda como uma aplicação para ele rodar como serviço você deve instala-lo.

Para instalar o serviço do OpenFire abra o pronpt de comandos e vá até o diretório de instalação e entre na pasta bin (%programfiles%\openfire\bin). Agora use os comandos abaixo para configurar o serviço.

openfire-service /install  Instala o serviço

openfire-service  /uninstall  Remove o serviço

openfire-service /start   Inicia o serviço

openfire-service /stop   Para o serviço

Use o /install e depois vá nos serviços do Windows e configure-o para iniciar automaticamente.

%d blogueiros gostam disto: