Arquivo

Posts Tagged ‘Windows Server’

Removendo um serviço

Olá amigos

Muitas vezes nós temos problemas com serviços que não funcionam corretamente ou não deviriam estar rondando, normalmente nós simplesmente paramos esses serviços e configuramos ele para não iniciar automaticamente, mas existe uma maneira mais correta de se resolver esse tipo de problema:

Acesse o services.msc indo em executar e digitando services.msc

services.msc

Vá nas propriedades do serviço que você deseja remover

Copie o “nome do serviço” e abra o pronpt de comandos

Agora digite o comando:

sc delete “nome do serviço”

Adicionar rota por DHCP

Olá amigos, hoje eu vou demonstrar como adicionar uma rota estática com DHCP.

1. Abra o console do DHCP nas ferramentas administrativas.

2. Clique em “Configure Options…” e selecione a opção “Classless Static Routes”

3. Clique em “Add Route…”, preencha os dados da rota e clique em OK.

4. Pronto, a rota já foi adicionada ao DHCP.

Categorias:Windows Server Tags:

Alterar permissões por comando

Muitos administradores de redes sabem da possibilidade de usar comandos para alterar permissões de pastas, mas nem todos usam no seu dia-a-dia, conheço muitas pessoas que para dar permissão em uma pasta local de uma estação de trabalho fazem um logoff do da maquina com o administrador, isso acontece muito em implantações de certos programas que usam pastas locais…

O comando que edita as permissões NTFS do Windows é o CACLS, eu vou demostrar o seu uso logo abaixo:

Abra o Prompt de Comando (Iniciar > Executar > Digite cmd e Pressione ENTER)

Exibir permissões

cacls nome_do_arquivo ou nome_da_pasta

As permissões serão exibidas no prompt com as seguintes referencias:

R  Ler
W  Gravar
C  Alterar (gravar)
F  Controle total

Editar permissões

cacls nome_do_arquivo /E /P (ou G) nome_do_usuário:Permissão a ser concedida

ex: cacls C:\broadcast /E /P User:C  – Nesse caso foi concedida permissão Alterar (C) ao usuário “User” para o diretório C:\broadcast

Segue abaixo uma lista de parâmetros utilizáveis no CACLS

/E – Edita as permissões

/G – Concede direitos ao usuário especificado utiliza-se cacls nome_do_arquivo /E /G usuário:Permissão(R,W,C,F)

/P – Substitui os  direitos ao usuário especificado utiliza-se cacls nome_do_arquivo /E /P usuário:Permissão(R,W,C,F)

/R – Revoga os direitos do usuário especificado utiliza-se calcs nome_do_arquivo /E /R usuário

/D – Nega Acesso ao usuário especificado utiliza-se calcs nome_do_arquivo /E /D usuário

Remover permissões

cacls nome_do_arquivo /E /D user

cacls  nome_do_arquivo /E /R user

PPT do Windows Server 2008 Foundation

Instalando e integrando o OpenFire ao AD

O OpenFire é um servidor de mensagem instantâneas, assim como o MSN. A diferença é que ele é baseado no protocolo XMPP (Jabber), o mesmo protocolo que o GTalk usa.
O OpenFire está sendo muito utilizado para comunicação interna nas empresas, ele possui vários clientes, você pode escolher o que atende melhor a sua necessidade. Um dos clientes utilizados pelo OpenFire é o Spark:

Você pode baixar o OpenFire e o Spark pelo site:
http://www.igniterealtime.org/downloads/index.jsp

Instalando o OpenFire

 

Execute o instalador do OpenFire, selecione o idioma e avance até concluir a instalação.

Abra o OpenFire no menu Iniciar > Todos os programas > openfire > openfire server e clique em Launch Admin para abrir a pagina de administração.

Se você conseguir visualizar a pagina de administração do OpenFire, ele está funcionando.

Configurando o OpenFire

 

Na primeira vez que você acessa a pagina do OpenFire você deve iniciar a sua configuração, na primeira pagina selecione um idioma e clique em “Continue”

Nessa pagina você configura o seu domínio e as portas que o OpenFire vai utilizar.

Nessa pagina você seleciona o banco de dados que deseja utilizar, se você não tiver o AD instalado no servidor você pode usar o bando de dados padrão. Selecione “Banco de Dados Interno” e clique em “Continue”

Selecione “Servidor de Diretórios (LDAP)” e clique em “Continuar”

Agora você deve criar um usuário que possa ler o conteúdo do AD, sempre evite utilizar a conta “Administrador”.

Crie o usuário “OpenFire” no AD, marque a opção “A senha nunca espira” e defina uma senha forte para ele.
Selecione o seu domínio e clique em Ação > Delegar controle, selecione o usuário OpenFire e avance. Selecione a opção “Ler todas as informações do usuário”, avance e conclua.

Nessa pagina nós vamos fazer a conexão com o AD, selecione em Tipo de servidor a opção Active Directory, em Host coloque o hostname do seu servidor.

DN Base

Aqui você deve colocar o domínio ou a OU que você deseja utilizar o OpenFire, no meu caso o meu domínio é dionisio.local então ele fica assim: dc=dionisio,dc=local.

Autenticação

coloque aqui o usuario que você criou e clique em testar, se uma mensagem de sucesso aparecer clique em “Salvar e continuar”

Nessa pagina selecione os campos que o OpenFire vai utilizar, não é necessário alterar nada nessa pagina.

Não altera as configurações dessa pagina.

Selecione a conta que você vai usar para administrar o OpenFire e conclua a configuração.

Pronto! Agora é só baixar um cliente para o OpenFire, como por exemplo o Spark.

Configurando o serviço do OpenFire

 

Quando você instala o OpenFire no Windows ele roda como uma aplicação para ele rodar como serviço você deve instala-lo.

Para instalar o serviço do OpenFire abra o pronpt de comandos e vá até o diretório de instalação e entre na pasta bin (%programfiles%\openfire\bin). Agora use os comandos abaixo para configurar o serviço.

openfire-service /install  Instala o serviço

openfire-service  /uninstall  Remove o serviço

openfire-service /start   Inicia o serviço

openfire-service /stop   Para o serviço

Use o /install e depois vá nos serviços do Windows e configure-o para iniciar automaticamente.

Versões do Windows Server 2008

O Windows Server 2008 é o mais sólido sistema operacional da família Windows Server já lançado. Com os recursos internos aprimorados para Web e virtualização, o Windows Server 2008 foi projetado para aumentar a confiabilidade e flexibilidade da infra-estrutura de seus servidores, ajudar a reduzir custos e ganhar tempo. Poderosas ferramentas proporcionam maior controle sobre os servidores, bem como tarefas de gerenciamento e configuração simplificadas. Somado a isso, os recursos de segurança aprimorados agem na proteção do sistema operacional para assegurar a rede e os dados, proporcionando uma base sólida e altamente confiável.

WS08standard

O Windows Server 2008 Standard é a versão mais comum do Windows 2008 e tem praticamente todas as funções disponíveis, com exceção do cluster e do Active Directory Federation Services(AD FS).

O hardware suportado pelo Windows Server 2008 Standard Edition podemos destacar que o sistema suporte versões 32-bits e 64-bits com processadores de até quatro núcleos com quatro GB de memória RAM na plataforma 32-bits, lembrando que essa limitação de memória não se deve ao sistema operacional e sim a plataforma e 32 GB de memória RAM para plataforma 64-bits.

WS08enterprise

O Windows Server 2008 Enterprise oferece uma plataforma de nível corporativo para a implantação de aplicações críticas, além de proporcionar maior disponibilidade com os recursos de cluster e “hot-add” de processador. A edição oferece maior segurança e recursos consolidados de gerenciamento de identidades e reduz os custos de infra-estrutura por meio da consolidação das aplicações com direitos de licença para virtualização. O Windows Server 2008 Enterprise fornece as bases para uma infra-estrutura de TI altamente dinâmica e escalonável.

Os servidores enterprise podem ter até 32 GB de RAM em sistemas x86 e dois terabytes (TB) de RAM em sistemas de 64 bits e 8 CPUs.

WS08datacenter

O Windows Server 2008 Datacenter oferece uma plataforma de nível corporativo para implantação de aplicações críticas e virtualização em larga escala de pequenos e grandes servidores, além de proporcionar maior disponibilidade com os recursos de cluster e particionamento dinâmico de hardware. A edição reduz os custos de infra-estrutura por meio da consolidação das aplicações com direitos ilimitados de licença para virtualização e permite o escalonamento de 2 a 64 processadores. O Windows Server 2008 Datacenter fornece as bases para a construção de soluções de escalabilidade vertical e virtualização de nível corporativo.

Os servidores enterprise podem ter até 64 GB de RAM em sistemas x86 e dois TB RAM em sistemas de 64 bits e pode dar suporte a até 64 CPUs.

WS08web

Projetado com a finalidade única de ser um servidor Web, o Windows Web Server 2008 apresenta uma base sólida de recursos de infra-estrutura Web. A integração com os componentes re-projetados IIS 7.0, ASP.NET e Microsoft .NET Framework, permite a qualquer organização implantar rapidamente páginas, sites, aplicações e serviços Web.

O Windows Web Server 2008 dá suporte a até 32 GB de RAM e 4 CPUs

WS08foundation

Edição voltada para redes com até 15 usuários, o Windows Server 2008 Foundation é uma plataforma para capacidades básicas de TI a preço acessível, que inclui o compartilhamento de arquivos e impressoras, Active Directory, acesso remoto e segurança. Com a experiência simples e familiar do Windows, as organizações podem manter suas operações com mais facilidade.

Limitações:

  • Até 15 usuários
  • 50 conexões de TS
  • 50 conexões RRAS
  • 30 conexões SMB
  • 10 conexões NPS
  • Suporta até 8GB
  • Sem suporte a virtualização(Hyper-v)
  • Suporte a 1CPU

Aplicando as novas GPOs ao Windows XP

Novas GPOs foram adicionadas ao Windows 2008 R2, mas elas não são suportadas pelo Windows XP, 2003 e Vista, para dar suporte a elas você tem que baixar uma atualização:

%d blogueiros gostam disto: